Caravelas está mobilizando produtores e extrativistas para organizar o cultivo e exploração da pimenta-rosa


Ascom

Apoiar o extrativismo e a produção sustentável da aroeira. Esse é o objetivo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do município de Caravelas para aumentar a renda e a atividade de extração da pimenta-rosa, fruto extraído da aroeira, em regiões ribeirinhas e na beira da praia, principalmente, entre os meses de maio e junho.

Atenta a esse nicho de mercado e na oportunidade de aumentar a geração de emprego e renda para as famílias caravelenses, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico já está em campo reunindo os agricultores da região ribeirinha, da Resex Cassurubá e da Barra de Caravelas para cadastro e organização.

A iniciativa visa evitar o desmatamento, além do oferecimento de assistência técnica e definição de critérios com plano de manejo. Foi assim que a Embrapa e agricultores do estado do Espírito Santo, maior exportador de pimenta-rosa do país, aumentaram a produção e o preço de venda do produto.

Segundo Izaías dos Santos, Secretário de Desenvolvimento Econômico, “a ideia é formalizar parceria com a Embrapa e implantar no município de Caravelas esse projeto de sucesso”, explicou.

O Prefeito de Caravelas, Silvio Ramalho, destaca que “iniciativas como esta representam os esforços que estão sendo empregados para apoiar e fomentar a geração de empregos e abertura de novos postos de trabalho”, argumenta.

TV TEIXEIRA VOCÊ AO VIVO