Congresso aprova R$ 44 bi para novo auxílio emergencial




Em um momento de agravamento da pandemia de coronavírus, em que o país registra sucessivos recordes diários de mortes pela covid-19, o Congresso aprovou nesta quinta-feira (11) a PEC Emergencial, proposta de alteração da Constituição que cria mecanismos para conter gastos públicos e libera R$ 44 bilhões extras para custear a volta do auxílio emergencial.

O início do pagamento, porém, ainda depende da publicação de uma Medida Provisória pelo governo Jair Bolsonaro  sem partido com as novas regras do benefício. A expectativa é que isso ocorra até a próxima semana.

O valor do novo auxílio será menor que o pago no ano passado, quando o benefício começou em R$ 600 (R$ 1.200 para mães que chefiam sozinha suas famílias) e depois foi reduzido para R$ 300.

Segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, que no início da semana, o benefício será de R$ 175 para homens solteiros, R$ 250 para casais e R$ 375 para mães que sustentam individualmente suas famílias.

TV TEIXEIRA VOCÊ AO VIVO