Covid-19: Suspensas visitas de familiares e religiosas no Conjunto Penal de Teixeira de Freitas




A informação sobre a suspensão das visitas de familiares do detentos, além do apoio religioso que eles recebem, foi confirmada nesta terça-feira, 23 de fevereiro, pelo diretor adjunto do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas (CPTF), o policial penal Tito José Vinhas Assis Júnior. Segundo ele as medidas são preventivas para evitar contaminações pela Covid-19.

A suspensão, a princípio, será por 15 dias e as medidas mais duras também seguem o Decreto Estadual que determinou o toque de recolher na maior parte da Bahia. “Hoje não temos nenhum interno ou colaborador contaminado, mas com a rede hospitalar quase no limite, temos que tomar todo o cuidado para preservar vidas”, diz.

A suspensão das visitas sociais e religiosas no Conjunto Penal de Teixeira de Freitas (CPTF) começou em 17 deste mês de fevereiro e vai até o próximo 3 de março. Em relação às visitas de advogados, o que é um direito constitucional, elas acontecem por meio do parlatório, cumprindo medidas de segurança em relação à Covid-19.

TV TEIXEIRA VOCÊ AO VIVO