Fake News: Fotos de um homicídio estão sendo falsamente atribuídas ao estuprador do Colina Verde TV TEIXEIRA REDAÇÃO

Teixeira de Freitas: O avanço tecnológico vem proporcionando uma maior inclusão das pessoas nos ambientes digitais e redes sociais. Graças ao amplo acesso à internet, mais pessoas estão conectadas. Isso permite maior acesso à informação global, e à interligação de pessoas por área de interesse de forma virtual, rápida e sem fronteiras, a um custo insignificante. Porém, é preciso muito cuidado com o que se divulga, pois, as redes sociais também podem ser utilizadas como meio de propagação de mentiras, fofocas, intrigas, com as chamadas “Fake News”.

Por vezes compartilhamos informações sem checar verdadeiramente a fonte. Muitas vezes tomados pelo senso de justiça, compartilhamos informações falsas, que acabam prejudicando pessoas inocentes, e atrapalhando o trabalho da polícia, entre outros inúmeros problemas que as Fake News acarretam. Esta semana começou a circular nas redes sociais em Teixeira, umas fotos de uma pessoa brutalmente assassinada. Anteriormente, foram divulgadas fotos de um acusado de estuprar uma criança de 10 anos no Bairro Colina Verde.

Sabe-se lá quem fez a associação, se foi por desconhecimento ou por estar mal intencionado, mas, algumas fotos de um homicídio vêm sendo amplamente divulgadas como se fosse do estuprador. Como se alguém já tivesse feito “justiça com as próprias mãos”. Se repararmos nas fotos, há certa semelhança entre o morto e o acusado de estupro, mas, não é a mesma pessoa. As fotos são da vítima de homicídio, Fábio da Costa Correa, 31 anos, brutalmente assassinado no Projeto 40/45, no interior de Alcobaça, na última segunda-feira (23).

O acusado de estupro já foi identificado pela polícia e está sendo procurado. Agora veja o risco de compartilhar informações falsas. Muita gente tomada pela sensação de que a “Justiça” já foi feita, pode relaxar e não ficar mais atenta a identificar e denunciar o acusado de estupro, uma vez que acreditam que ele já está morto. Portanto, é preciso muito cuidado antes de compartilhar qualquer informação, sempre que possível, busque fontes, pesquisem, e na dúvida, não compartilhe. Uma vez compartilhada determinada informação, a chance de corrigir o erro é quase impraticável.

TV TEIXEIRA VOCÊ AO VIVO