Marcos Belitardo fala sobre a saúde no município e os 453 ofícios enviados por seu gabinete à prefeitura municipal


Ascom

Nesta quarta-feira, 02 de junho, Marcos Belitardo iniciou o seu discurso dizendo que “não posso deixar de falar aqui da saúde do nosso município, ela está em uma situação muito delicada e enquanto vereador, enquanto presidente, e sobretudo enquanto cidadão, jamais vou atuar para que cada um vereador cumpra com a sua obrigação que é de fiscalizar. Isso infelizmente não ocorria no passado, e hoje é assim, todo ato de fiscalização, a gente atua juntamente nesse ato, para que realmente se chegue à verdade”.

Ainda durante o seu discurso, Marcos falou sobre a melhoria salarial dos profissionais da saúde discutida em reunião com a prefeitura municipal.

Sobre a falta de Equipamento de Proteção Individual dos garis, o vereador explicou que “estive conversando ontem com garis, a reclamação de garis concursados referente à falta de EPI’s, já passei para o nosso gabinete fazer ofício”, e explicou, “toda comunicação que a gente faz com a prefeitura é através de ofício. Até hoje, são 453 ofícios. Semana passada um funcionário da prefeitura se negou a receber, vou conversar com ele hoje. Tem que receber, é obrigação dele receber”.

Sobre o que é o papel de vereador e de presidente da Casa Legislativa, Marcos Belitardo explicou que “vários outros episódios quando ocorreram de que algum vereador foi impedido na sua função de fiscalizar, eu estive no local. Como estive no local referente à UMMI, quando foi passado que ali havia sido barrado vereador, e conversei com a direção, isso não pode acontecer”

Sobre o dever de se fazer uma licitação, Marcos declarou que “licitação é pública como foi ontem, tem que ser público, tem que ser aberto, é da sua essência de modalidade de concorrência pública, aberto aos olhos de todos, jamais fechado aos interesses de ninguém”.

Ainda durante a Sessão, ele apresentou a Indicação nº 406/2021, pedindo que seja concedida isenção de Imposto de Transmissão de Bens e Imóveis – ITBI, para imóveis do programa Casa Verde e Amarela, na forma de anteprojeto de lei.

Além, do Projeto de Lei do Legislativo nº 45/2021, que “dispõe sobre a implementação do Programa Educacional para a Prática de Educação Física adaptada para estudantes com deficiência”.

TV TEIXEIRA VOCÊ AO VIVO