Neymar retorna à Champions com gol, mas é Haaland quem decide POR TV TEIXEIRA REDAÇÃO

Dortmund vence o PSG por 2×1 com dois gols do garoto norueguês, agora artilheiro da competição

Era de se esperar um jogo ofensivo protagonizado por Borussia Dortmund e PSG, duas equipes que vivem um bom momento em seus campeonatos nacionais e têm uma sede desesperada de provar voos mais altos na Liga dos Campeões da Europa. Quem se deu melhor no primeiro confronto foi o Dortmund, que jogou em casa nesta terça-feira (18) e contou com o talento de Haaland para vencer por 2×1. A revelação norueguesa de 19 anos marcou duas vezes e Neymar descontou para os franceses.

Com o resultado, o Dortmund jogará por um empate em Paris, no dia 11 de março. Já o PSG classifica se vencer por 1×0. Um resultado de 2×1 para o time de Neymar leva a decisão para os pênaltis e qualquer outro resultado por um gol de diferença classifica o time alemão.

A tática de cada time

A primeira etapa foi movimentada, com domínio do Dortmund, empurrado por sua muralha amarela no estádio Signal Iduna Park. O PSG até começou com mais volume, mas foi neutralizado aos poucos e passou a sofrer com um meio-campo que inexistia. No papel, Marquinhos estava escalado como volante, mas atuou em uma linha de três na zaga junto a Thiago Silva e Kimpembe. Com isso, o meio ficou a cargo de Gueye e Verratti, auxiliados por Neymar que recuava com frequência para buscar o jogo, embora bem marcado.

A linha alta do Dortmund funcionava bem e os alemães conseguiam roubar a bola com a defesa parisiense saindo com frequência. Em um desses lances, Sancho driblou na esquerda e bateu chapado para defesa salvadora de Keylor Navas. A jogada poderia se repetir aos 40 minutos, quando Emre Can roubou a bola de Gueye e puxou contra-ataque. Ele tinha duas opções, mas demorou muito até soltar a bola para Thorgan Hazard, que foi desarmado.

Gols no segundo tempo

Na etapa final, a boa partida foi premiada com gols que aumentaram a emoção da peleja. O Dortmund avançou pela direita e a bola procurou Haaland. O norueguês empurrou e quebrou mais um recorde: foi o primeiro jogador a marcar por duas equipes diferentes em uma mesma edição da Liga dos Campeões. Ele já havia marcado oito gols pelo Red Bull Salzburg na fase de grupos.

O Dortmund não arrefeceu o ímpeto após abrir o placar. Hakimi teve chance de fazer mais um, mas foi o PSG quem marcou quando Mbappé recebeu na direita, deixou Piszczek deitado no chão e cruzou para Neymar só “tirar o peso” da bola e escorar para o gol aos 31 minutos. Fogo na partida. Bom para quem assistiu.

O empate deixou o jogo eletrizante. Neymar tinha mais liberdade e oferecia perigo, só que a noite era do menino norueguês que enche o peito de quem acompanha o futebol de expectativa.

Dois minutos após o empate, Haaland recebeu de Reyna, amorteceu a bola e bateu forte no ângulo de Navas. Mais um gol dele, que chegou aos 10 na Liga dos Campeões e se igualou a Lewandowski, do Bayern, na artilharia. Além disso, deu uma vantagem de ouro para os aurinegros, que quase sofreram o empate com Neymar após chute que pegou na trave minutos após o 2×1.

Com os dois gols no jogo, Haaland se tornou o jogador mais jovem na história a fazer 10 gols em uma mesma edição da Champions. Um prodígio. E a presença dele em campo só aumenta as expectativas para o jogo de volta.

Fonte: Correio24h

TV TEIXEIRA VOCÊ AO VIVO