Vereador Joris de Gel pede abertura de CPI no caso Nicoly em Teixeira de Freitas ; Só quatro vereadores que assinaram


Ascom

O vereador Joris de Gel (PP) fez uso da Tribuna na Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Teixeira de Freitas, nesta quinta-feira, de 22 de abril, para levantar prováveis falhas que ocorreram na Unidade Materna Infantil (UMMI), o que levou a óbito a jovem Nicoly Virgens Pereira de 19 anos e seu filho recém-nascido.

Nicoly deu entrada na UMMI, no dia 17 de abril com uma gestação de 41 semanas, conforme informado pela secretaria de saúde do município. O quadro da Nicoly se agravou, e evoluiu para o óbito da jovem, o seu filho recém-nascido também não resistiu e veio a óbito no dia seguinte.

Vereador Joris de Gel Teixeira

O vereador Joris questiona os procedimentos tomados para atender a jovem Nicoly, e que casos dessa forma não podem acontecer, já que o drama da Nicoly começou desde o momento em que deu entrada na UMMI.

Para esclarecer os fatos e encontrar as causas, que levaram à morte da Nicoly, o vereador sugeriu à Casa Legislativa, a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), para apurarem os fatos.

Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) é uma investigação conduzida pelo Poder Legislativo, que transforma a própria Casa Parlamentar em comissão para ouvir depoimentos e tomar informações diretamente, quase sempre atendendo a reclamações do povo, mais até o momento segundo informações só quatro vereadores assinaram o pedido da CPI, assim faltando três, assinatura para que abra a CPI.

TV TEIXEIRA VOCÊ AO VIVO