Vídeo: Vereadores são barrados na UMMI pela diretora que acionou a Guarda Municipal


Alexandro Sousa/maisteixeira MTB-0006235

Durante a tarde desta quinta-feira, 22 de abril, os vereadores Bruno Santos Barbosa o (Bruno Barbosa) e Uivanthê Brito Andrade (Tequinha) foram impedindo de acompanhar os familiares de Nicoly das Virgens Pereira, de 19 anos e seu filho Henrique que veio a óbito, na Unidade Materno Infantil (UMMI) de Teixeira de Freitas.

De acordo o vereador Bruno Barbosa, que foram até a unidade hospitalar a fim de buscar informações a respeito da morte da paciente e seu filho, ao chegar à unidade já foi recebido pelo secretário de Segurança Pública e Cidadania que acabou informando aos vereadores que a diretoria não poderia atender, e só estariam atendendo duas pessoas da família de Nicoly.

Em seção na câmera de vereadores desta quinta-feira (22) o vereador Bruno Barbosa, em tribuna indignado diz “não cabe a mim entender, cabe a mim fiscalizar enquanto legislador e advogado procuraremos o Ministério Público, para apontar quem de fato e de direito errou”. Nicole faleceu no Hospital Municipal Materno Infantil (UMMI).

Para o vereador Tequinha, o porquê o motivo de tanta segurança após a chegada dele mais o vereador Bruno Barbosa na Unidade, pois nós vereadores somos fiscalizadores do povo e queremos resposta do que estar acontecendo, pois, na primeira vez que estivemos aqui fomos muito bem atendidos até elogiamos e agora fomos impedidos de fazer o nosso trabalho que e de fiscalizar, pois, segundo a diretora da UMMI quem estaria nós atendendo seriam o Jurídico, não ela.

Nicoly deu entrada na UMMI, no dia 17 de abril, com uma gestação de 41 semanas, conforme informado pela secretaria de saúde do município. O quadro da Nicoly se agravou, e evoluiu para o óbito da jovem, o seu filho recém-nascido também não resistiu e veio a óbito no dia seguinte e a família clama por justiça.

TV TEIXEIRA VOCÊ AO VIVO